CMVM
skip
Idioma
pageBackground
Publicações

Selectividade e timing na avaliação do desenvolvimento de fundos de investimento mobiliário em Portugal


João Carlos Parente Romacho
Almedina, ISBN 972-40-2285-4 - 186 págs - 2004 - CMVM

  • Índice
  • Capítulo 1 - Introdução
    • 1.1. Breve descrição da área de pesquisa e dos objectivos da mesma
    • 1.2. Os fundos de investimento mobiliário em Portugal
    • 1.3. Plano de apresentação
  • Capítulo 2 - Revisão Bibliográfica
    • 2.1. Introdução
    • 2.2. Modelos de equilíbrio no mercado de capitais
      • 2.2.1. Teoria da Carteira
      • 2.2.2. Modelo de Mercado
      • 2.2.3. Modelo de Equilíbrio dos Activos Financeiros
    • 2.3. Medidas tradicionais de avaliação do desempenho
      • 2.3.1. Caracterização das medidas tradicionais
      • 2.3.2. Comparação das medidas tradicionais
      • 2.3.3. Problemas de avaliação do desempenho com as medidas tradicionais
    • 2.4. Teoria de Equilíbrio por Arbitragem
      • 2.4.1. Breve caracterização da Teoria de Equilíbrio por Arbitragem
      • 2.4.2. A avaliação do desempenho com base na Teoria de Equilíbrio por Arbitragem
      • 2.4.3. Vantagens e limitações da Teoria de Equilíbrio por Arbitragem
    • 2.5. Decomposição do desempenho global em selectividade e market timing
      • 2.5.1. Comportamento intertemporal do risco sistemático
      • 2.5.2. Desenvolvimento da avaliação do desempenho através de selectividade e market timing
      • 2.5.3. Interdependência entre selectividade e market timing
    • 2.6. Conclusões
  • Capítulo 3 - Metodologia
    • 3.1. Introdução
    • 3.2. Descrição da metodologia
      • 3.2.1. Testes não paramétricos
      • 3.2.2. Testes paramétricos
    • 3.3. Conclusões
  • Capítulo 4 - Selectividade e Timing: Análise Empírica para o Caso Português 4.1. Introdução
    • 4.2. Descrição dos dados
      • 4.2.1. A amostra
      • 4.2.2. Rendibilidade dos fundos de investimento
      • 4.2.3. Rendibilidade do mercado
      • 4.2.4. Taxa isenta de risco
    • 4.3. Resultados empíricos
      • 4.3.1. Avaliação global dos fundos de investimento
      • 4.3.2. Análise das capacidades de selectividade e market timing
      • 4.3.3. O modelo de Henriksson e Merton (1981) no contexto da Teoria de Equilíbrio por Arbitragem
      • 4.3.4. Testes às hipóteses clássicas do modelo de regressão linear
    • 4.4. Conclusões
  • Anexos
    • Anexo 4.1. Características dos FIM da amostra (composição das carteiras)
    • Anexo 4.2. Índices de mercado
      • Anexo 4.2.1. Rendibilidade média dos índices
      • Anexo 4.2.2. Evolução mensal do valor do índice PSI 30
      • Anexo 4.2.3. Evolução mensal do valor do índice Europe
      • Anexo 4.2.4. Evolução mensal do valor do índice The World Index
    • Anexo 4.3. Taxa de juro isenta de risco
      • Anexo 4.3.1. Valores médios da Lisbor a 6 meses
      • Anexo 4.3.2. Evolução dos valores da Lisbor a 6 meses (taxas anuais)
    • Anexo 4.4. Medidas de Treynor e de Sharpe
    • Anexo 4.5. Medida de Jensen para o subperíodo 1 e subperíodo 2
      • Anexo 4.5.1. Medida de Jensen para o subperíodo 1
      • Anexo 4.5.2. Medida de Jensen para o subperíodo 2
    • Anexo 4.6. Coeficiente de correlação entre a rendibilidade dos fundos e da estratégia passiva
    • Anexo 4.7. Testes paramétricos de Henriksson e Merton (1981) para o período global (regressão alternativa)
    • Anexo 4.8. Testes paramétricos de Henriksson e Merton (1981) para pequenas e grandes magnitudes de |xt|
      • Anexo 4.8.1. Testes paramétricos de Henriksson e Merton (1981) para pequenas magnitudes de |xt|
      • Anexo 4.8.2. Testes paramétricos de Henriksson e Merton (1981) para grandes magnitudes de |xt|
    • Anexo 4.9. Testes às hipóteses clássicas do modelo de regressão linear, para o modelo de Henriksson e Merton (1981) com um segundo factor para o período global
    • Anexo 4.10. Estimativas do método dos mínimos quadrados e correcção de heteroscedasticidade [White (1980)] e autocorrelação e heteroscedasticidade [Newey e West (1987)], para o modelo de Henriksson e Merton (1981) com um segundo factor para o período global
  • Capítulo 5 - Conclusões, Limitações e Sugestões para Futura Investigação