CMVM
skip
Idioma
pageBackground
Estatísticas

Estatísticas periodicas


Indicadores mensais do mercado de capitais português

Fevereiro de 2020

 

Em fevereiro, o índice PSI-20 encerrou nos 4.765,73 pontos, menos 9,3% do que em janeiro e menos 8,1% do que no período homólogo de 2019. A EDP (16,74%), a Jerónimo Martins (16,08%) e a Galp (11,14%) foram os emitentes com maior representatividade no índice.  
 
A volatilidade do índice foi de 24,14%, acima dos 10,60% fixados no mês anterior e dos 11,71% registados em igual período do ano passado.
 
O valor das transações efetuadas no mercado secundário a contado totalizou 2.970,8 milhões de euros, mais 724,7 milhões (32,3%) do que em janeiro e mais 1.246,1 milhões (72,3%) do que em fevereiro de 2019. Na Euronext Lisbon, o volume de transações situou-se em 2.847,8 milhões de euros, o que representa uma subida mensal de 35,6% e uma subida homóloga de 73,7%.
 
No MTS Portugal, o volume transacionado sobre títulos de dívida totalizou 11.245,5 milhões de euros em fevereiro, o que representa uma subida mensal de 39,4%, com as transações sobre Obrigações do Tesouro a crescerem 31,9% e sobre os Bilhetes do Tesouro a aumentarem 74,3%.
 
A capitalização bolsista da Euronext Lisbon totalizou 221.715,6 milhões de euros, menos 2.924,6 milhões (1,3%) do que no mês anterior e mais 9,9% do que no período homólogo. O segmento acionista do mercado regulamentado recuou 6,4% para 66.901,3 milhões de euros e o segmento obrigacionista cresceu 1,3% para 151.306,4 milhões de euros.  
 
O valor sob gestão dos organismos de investimento coletivo em valores mobiliários e fundos de investimento alternativo subiu 1,7% em janeiro face a dezembro, para 13.217,4 milhões de euros. Nos fundos de investimento imobiliário e fundos especiais de investimento imobiliário o montante ficou praticamente inalterado em 10.508,8 milhões de euros.