CMVM
skip
Idioma
pageBackground
Comunicados

CMVM informa sobre relatório do auditor para fixação da contrapartida mínima nas OPAs preliminarmente anunciadas pela Cofina, S.G.P.S., S.A. e pela Pluris Investments, S.A. sobre a sociedade Grupo Média Capital, SGPS, S.A.


Informação ao mercado ao abrigo do n.º 4 do artigo 188.º do Código dos Valores Mobiliários relativa ao relatório de auditor independente para fixar a contrapartida mínima nas OPAs preliminarmente anunciadas pela Cofina, S.G.P.S., S.A. e pela Pluris Investments, S.A. sobre a sociedade Grupo Média Capital, SGPS., S.A.

 

2 de março de 2021 

Em cumprimento do n.º 4 do artigo 188.º do Código dos Valores Mobiliários (Cód.VM), a CMVM informa que, em consequência da nomeação de auditor independente para fixação da contrapartida mínima nas OPAs preliminarmente anunciadas pela Cofina, S.G.P.S., S.A. (Cofina) e pela Pluris Investments, S.A. (Pluris), recebeu o respetivo relatório, elaborado nos termos e para os efeitos do n.º 2 do artigo 188.º do Cód.VM.

No seu relatório, o auditor refere que, "[e]m nossa opinião, o valor do capital próprio da Média Capital ascende a 61.313.995 euros, o que representa cerca de 0,725 euros por cada acção."

No que respeita à OPA preliminarmente anunciada pela Cofina, modificada a 12 de agosto de 2020, a contrapartida mínima assim determinada é superior ao valor oferecido pela Cofina no Anúncio Preliminar [disponível aqui], de € 0,415 por ação, pelo que o valor da contrapartida a pagar no âmbito da referida oferta deverá ser não inferior a 0,725 por ação.

Recorde-se que a OPA da Cofina [Q&A disponíveis aqui]:

i. se dirige, em primeiro lugar, à aquisição das ações apresentadas no anúncio preliminar originário, ou seja, 4.485.573 ações, representativas de 5,31% do capital social;

ii. por efeito da modificação da oferta verificada em 12 de agosto de 2020, passou a dirigir-se também a 80.027.607 ações, representativas de 94,69% do capital visada, desde que, nomeadamente, o auditor independente não fixasse um valor unitário de contrapartida que exceda o montante de € 0,415 por ação. Não se tendo verificado essa condição, a Cofina informará no prazo de 3 dias se pretende ou não renunciar à mesma.

Sendo a OPA preliminarmente anunciada pela Pluris [anúncio preliminar disponível aqui e Q&A disponíveis aqui] obrigatória e sujeita ao regime das ofertas concorrentes, o respetivo valor da contrapartida deverá ser de € 0,7395 por ação, superior em 2% ao valor da contrapartida da OPA da Cofina[1].

Mais se informa que os procedimentos relativos ao registo das referidas ofertas públicas de aquisição se encontram em curso.



[1] Prevalecendo aquele valor sobre o mínimo indicado pela Pluris no anúncio preliminar (€ 0,67).