CMVM
skip
Idioma
pageBackground
Comunicados

CMVM reitera alerta aos investidores sobre riscos digitais e publica perguntas e respostas


15 de março de 2021 

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) reitera o alerta aos investidores sobre os riscos na utilização de meios digitais e na contratação de serviços de investimento por via digital, e publica um conjunto de perguntas e respostas sobre cuidados a ter nas suas decisões de investimento.

O contexto pandémico e os períodos prolongados de confinamento resultaram numa maior utilização de meios digitais de comunicação, informação e transações, bem como em um contexto de maior volatilidade e incerteza, os quais dificultam a ponderação adequada de alternativas de investimento.

O envolvimento de mais investidores no mercado de capitais é benéfico para a economia e pode permitir aos investidores acesso a rendibilidades atrativas. Mas, para tal, é fundamental que as escolhas de investimento sejam conscientes de benefícios e riscos e intermediadas por entidades autorizadas para o efeito. 

A CMVM tem vindo, por isso, a alertar os investidores para cuidados particulares a adotar no atual contexto, bem como para um número relevante de propostas, surgidas nos últimos meses, para investimentos em instrumentos que não estão sob a supervisão da CMVM, ou por entidades que não se encontram autorizadas a prestar quaisquer serviços de investimento em Portugal, desaconselhando os investidores a estabelecerem quaisquer relações de investimento com as mesmas.

Para apoiar os investidores, a CMVM tem disponíveis, a partir de hoje, um conjunto de perguntas e respostas com o objetivo de reforçar os esclarecimentos aos investidores sobre os cuidados a ter no uso de meios digitais. As perguntas e respostas clarificam, entre outros aspetos, como saber se uma entidade está autorizada a oferecer serviços de intermediação financeira, que tipo de instrumentos financeiros são supervisionados pela CMVM, bem como elementos a considerar na tomada de decisões de investimento baseadas em informação proveniente de redes sociais ou de fóruns online.

A CMVM reitera também os alertas e esclarecimentos aos investidores já publicados relativamente aos riscos que vão sendo identificados no uso de meios digitais, nomeadamente:

No âmbito do reforço do apoio ao investidor, a CMVM tem vindo ainda a disponibilizar recursos no domínio da literacia financeira, entre os quais brochuras, com dicas ao investidor sobre temas como fintech, fraude digital e investimento em ativos como ações ou fundos de investimento, e também alguns vídeos explicativos, o mais recente dos quais de alerta sobre prevenção da fraude no investimento em valores mobiliários.

Em linha com os seus objetivos, a CMVM continuará a monitorizar o uso de meios digitais e atuará, dentro do limite das suas competências e jurisdição, sempre que observe indícios de práticas lesivas da integridade do funcionamento do mercado e consequentemente dos direitos dos investidores. Em caso de dúvida ou para obter quaisquer outros esclarecimentos sobre entidades registadas ou instrumentos financeiros, os investidores podem contactar a CMVM através da Linha Verde de apoio ao investidor (800 205 339, chamada gratuita) ou pelos meios disponíveis na página de contactos do nosso sítio na Internet.