CMVM
skip
Idioma
pageBackground
Área do investidor

Dicas e literacia


A promoção da literacia financeira é uma das prioridades da CMVM, por se considerar que quanto maior o nível de conhecimentos dos investidores, maior a sua proteção e a capacidade de tomar decisões de investimento ponderadas em função do seu perfil de risco, objetivos e da sua situação financeira.

Para responder a este desafio têm sido desenvolvidos projetos quer individuais, quer em conjunto com os outros dois supervisores financeiros – Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) e Banco de Portugal – no âmbito do Todos Contam. Neste portal são disponibilizados conteúdos úteis, notícias e módulos de formação gratuitos sobre as três áreas de atuação dos supervisores: banca, seguros e mercado de capitais.

Exemplo da aposta da CMVM são as brochuras, que procuram contribuir para que os investidores tenham um melhor conhecimento do que são cuidados e boas práticas de investimento, dos mecanismos que os protegem e dos produtos financeiros em que podem investir, assim como a participação anual na Semana Mundial do Investidor. Para ajudar na compreensão de termos e expressões sobre o mercado de capitais e os instrumentos financeiros disponibilizamos também um Glossário.

Em 2018 quisemos ficar a conhecer melhor as características do investidor português, tendo para tal realizado um inquérito, cujos primeiros resultados foram divulgados na Semana Mundial do Investidor desse ano.

As atitudes, comportamentos e conhecimentos de investidores e não investidores portugueses sobre os investimentos e o mercado de valores mobiliários foram analisados no estudo “Financial literacy for investors in the securities market in Portugal”, realizado entre 2020 e início de 2021, já em período de pandemia, e cujos resultados foram apresentados no seminário “Literacia sobre mercados de capitais em Portugal: diagnósticos e desafios", realizado no âmbito das comemorações dos 30 anos da CMVM. Iniciativa da CMVM, financiada e contratada pela Comissão Europeia ao abrigo de financiamento comunitário dedicado à promoção de reformas estruturais nos Estados-membros, este estudo é a base para o desenho de uma proposta de programa de literacia financeira.