CMVM
skip
Idioma
pageBackground
Comunicados

CMVM determina nomeação de auditor para fixação da contrapartida mínima a oferecer aos acionistas por ocasião da perda da qualidade de sociedade aberta requerida pelo Banco BPI, S.A.


Informação ao mercado ao abrigo do n.º 4 do artigo 188.º do Código dos Valores Mobiliários relativa ao pedido de perda da qualidade de sociedade aberta do Banco BPI, S.A.
 
Lisboa, 23 de agosto de 2018
 

Em cumprimento do disposto no n.º 4 do artigo 188.º do Código dos Valores Mobiliários, aplicável por remissão do n.º 4 do artigo 27.º do mesmo Código, a CMVM informa que, nesta data, solicitou à Ordem dos Revisores Oficiais de Contas a nomeação de um auditor independente para fixação da contrapartida mínima a oferecer por ocasião do pedido de perda da qualidade de sociedade aberta do Banco BPI, S.A., pela aquisição das ações pertencentes aos acionistas que não tenham estado presentes ou representados ou votado favoravelmente na assembleia onde a mesma foi deliberada.

A deliberação ora comunicada assenta no facto de a contrapartida oferecida ter sido fixada mediante acordo entre o adquirente e o alienante, através de negociação particular, razão pela qual a mesma se presume não equitativa, nos termos da alínea a) do n.º 3 do artigo 188.º do Código dos Valores Mobiliários.